Como plantar manjericão

O manjericão é uma planta com um aroma delicioso, muito usado na culinária principalmente como tempero. Originário da Índia, seu uso foi difundido principalmente no mediterrâneo.

Esta planta tem mais 64 variedades e é conhecido por diversos nomes, como alfavaca, basílico e erva-real.

Apesar de ser conhecido por seu uso na cozinha, o manjericão também é uma planta medicinal por possuir propriedades antioxidantes, antibacterianas, digestivas e antiespasmódicas.

Tipos de Manjericão

Antes do resumo técnico, vamos apresentar abaixo alguns dos tipos de manjericão, os mais conhecidos e usados no Brasil. Além destes, existem inúmeros tipos de variados formatos e tamanhos, como já foi falado anteriormente.

Basílico ou basilicão

Este tipo de manjericão foi trazida para o Brasil pelos imigrantes italianos. Seu sabor é mais amargo e intenso. Esta é a variedade mediterrânea e sua altura não deve passar dos 50 centímetros.

É o manjericão preferido dos italianos para fazer o molho pesto alla genovese.

Combina com diversos tipos de alimentos, como aves, peixes, frutos do mar, tomate, feijões, alho, azeitonas, pizzas, queijos curados e diversos outros.

Manjericão francês ou manjericão miúdo

Conhecido também como manjericão cravo por causa do seu aroma, suas folhas são pequenas e suas flores brancas. Seu sabor é muito suave e, por causa disso, não é muito utilizado.

É mais usado como erva medicinal, principalmente em infusões.

Manjericão doce ou manjericão italiano

Também conhecido como alfavaca, é a espécie mais difundida no Brasil. Suas folhas são pontiagudas, serrilhadas e de tamanho médio. Seu sabor tem um leve toque cítrico.

Não é muito indicado para fazer o molho pesto genovese, pois seu sabor que lembra a hortelã.

Manjericão roxo

Esta variedade foi criada pela Universidade de Connecticut em 1962. Suas folhas são pequenas e tem cor roxa-escura. Não deve passar de 50 centímetros de altura.

Como seu sabor e odor não são muito intensos, é mais usada como erva decorativa em saladas e outros pratos.

Quando cresce muito precisa de um apoio, pois seu caule é muito mole e não aguenta o peso.

Informações técnicas

Família

Lamiaceae

Nome científico

Ocimum basilicum

Porte

O manjericão pode atingir de 60 centímetros a 1 metros de altura.

Ciclo de vida

O manjericão tem ciclo de vida perene, ou seja, a planta pode durar muitos anos.

Manutenção

O manjericão precisa de regas frequentes para que o solo fique levemente úmido, porém sem encharcá-lo. Tanto a falta quanto o excesso de água fazem mal para esta planta.

Arranque todas as flores que surgirem, isso faz com que a planta fique mais forte e que nasçam mais folhas.

Necessidades

O solo deve ser fértil e rico em matéria orgânica. Além disso deve ser bem drenado e leve.

Esta planta não suporta baixas temperaturas.

Luminosidade

O manjericão precisa alta luminosidade, devendo receber luz solar direta por algumas horas. Pode ficar parte do tempo à meia sombra.

Propagação

O manjericão pode ser plantado por sementes ou estaquia.

O manjericão crescerá melhor se for você transplantar as mudas no final da primavera. Se for plantar com sementes, prefira o verão, quando o solo estiver quente.

Tipo de vaso

O manjericão pode ser cultivado sem problemas em vasos médios ou grandes e em floreiras. Neste caso pode crescer menos.

Dê preferência a vasos maiores, com pelo menos 30 centímetros de profundidade.

Partes usadas

Folhas.

Usos

Na culinária

O manjericão é um ótimo acompanhante do tomate. Além disso é o ingrediente principal do molho pesto.

Pode ser usado em saladas, queijos, massas, refogados com carne e em sopas.

Além disso, por seu sabor refrescante, pode ser usado em sobremesas, como sorvetes, por exemplo.

Propriedades medicinais

O manjericão é rico em vitaminas A, C, K, ferro, potassio, magnésio e cálcio.

Ele pode ser usado para como auxiliar no tratamento de disfunções renais, tosse e para aliviar dores no estômago. Além disso, ele contribui para reduzir o crescimento de algumas bactérias, sendo seu uso em saladas uma boa ideia.

Por ter ação antioxidante, ajuda a prevenir o envelhecimento e ajuda a evitar danos causados por radicais livres no cérebro, coração e fígado.

Também contém altas quantidades de beta-cariofileno. Ou seja, pode ser útil como auxiliar no tratamento de artrites e outras complicações inflamatórias.

O chá de manjericão é bom para ajudar com problemas de má digestão por causa de suas propriedades calmantes e digestivas. Também é útil para casos de bronquite, doenças das vias respiratórias, dores de cabeça, dor de garganta, gases, gastrite, infecções intestinais, dos rins e do estômago, para insônia, resfriado, tosse e para ajudar no aumento da lactação.

Na Horta

Devido ao seu forte odor, ele serve como repelente para alguns insetos. Importante ressaltar que não ajuda para afastar o Aedes aegypti.

Leave a Reply