O que é e como eliminar o pulgão

0

Você está iniciando na arte da jardinagem? Então você precisa saber o que são os pulgões e, principalmente, como eliminá-los. Esta é uma praga muito comum nos jardins e hortas, incluindo aquelas pequenas plantas em vasos.

Você está com tudo em ordem, plantas crescendo bem, vigorosas, lindas, chamando a atenção de todo mundo. De repente começa a perceber que algo não está indo bem. Resolve fazer uma inspeção e descobre que sua horta está sofrendo uma infestação de pulgões.

Mas como identificar uma infestação de pulgões? O que fazer para evitar a infestação ou para eliminar esta praga? A resposta a estas perguntas você encontrará neste artigo!

Não se preocupe, tudo tem solução, e muitas vezes ela é bem simples. O seu jardim estará a salvo com as dicas que você lerá aqui. Para que isso aconteça, leia tudo até o fim e com muita atenção!

O que são os pulgões?

Os pulgões são uma praga de jardim muito comum, que ataca quase tudo, desde as frutas até as herbáceas. São também conhecidos como afídeos, afídios ou piolho-das-plantas.

Existem mais de 4.000 tipos de pulgões, mas as espécies mais comuns de serem encontradas em sua horta tendem a ser parecidas: tem uma cor esverdeada, forma de pera e mede pouco mais de meio centímetro.

Apesar de sua cor mais comum nas hortas domésticas ser um tom esverdeado, são encontrados também em vários tons de preto, amarelo, branco, vermelho ou marrom.

Foto mostra uma planta com vários pulgões verdes nela.
Planta infestada de pulgões verdes.

Eles se alimentam da seiva da planta e literalmente sugam a vida dos caules, flores, brotos, folhas, frutas e raízes. Desta forma, acabam destruindo todo o seu trabalho de jardinagem em pouco tempo.

Um outro fator que torna o pulgão um grande problema: ele tem reprodução assexuada e se reproduzem rapidamente. Um pulgão pode ter mais de 100 filhotes em uma semana, principalmente no verão!

Ou seja, em um curto espaço de tempo você pode ter um grande problema em seu jardim ou vasos. Por isso é bom sempre inspecionar suas plantas diariamente, se possível.

Estes insetos possuem órgãos que os caracterizam, os estiletes ou pinças, que são poderosos dispositivos de sucção que eles tem na boca. Os estiletes são usados para perfurar a superfície dos vegetais e sugar sua seiva.

Como os afídeos afetam o crescimento das plantas?

Sim, os pulgões podem afetar negativamente o crescimento das plantas. Aliás, eles podem inclusive matá-las! Eles não comem folhas e pétalas, simplesmente.

Eles usam suas pinças para se alimentarem da seiva que tem dentro dos floemas nas plantas (longas estruturas ramificadas que você pode ver em uma folha quando observa com uma lupa).

O pulgão perfura estes vasos e se alimenta do líquido dentro deles. E, por consumir grande parte da seiva, não dá chance à planta de crescer e ficar forte.

Além de sugar a seiva, tem outro preocupante problema: os pulgões podem transmitir vírus de uma planta a outra. Isso especialmente ocorre se você cultiva grãos, beterrabas, batatas, laranjas ou outras plantas cítricas.

Sinais comuns de que pulgões estão danificando suas plantas

É importante saber identificar quando a sua horta está sendo atacada pelos pulgões. Isso ajuda a tomar uma atitude precocemente para se livrar desses insetos. Alguns dos principais sinais de que suas plantas estão sendo vítimas dos pulgões são:

  1. As folhas ficam inchadas – apenas algumas espécies causam esta deformidade;
  2. As plantas estão deformadas, enroladas e tem folhas marrons – nesse caso olhe sob as folhas, principalmente as enroladas, pois é lá que eles gostam de se esconder;
  3. Infestação de fungos – causada por colônias de fungos que se alimentam do “néctar” que é formado pelos dejetos dos afídeos. Essa infestação de fungos é pegajosa e pode deixar a planta com uma colocação negra.
Foto mostra uma planta infestada de pulgões, com suas folhas viradas, quase enrolando-se.
Folhas viradas ou enroladas são um sinal de que sua planta pode estar infestada de pulgões. Fique de olho!

Como eliminar pulgões das plantas naturalmente

Os pulgões não tem concha ou armadura para protegê-los. Então você pode eliminá-los de uma forma natural. Há várias técnicas, mas aqui vamos falar sobre as principais e mais conhecidas.

  • Esmagá-los – este é realmente um método muito demorado de se livrar desses insetos. Mas se você decidir seguir por esse caminho, não deixe de usar luvas de borracha, pois o inseto solta uma substância que pode irritar a pele.
  • Use seu próprio inseticida caseiro – Algumas pessoas fazem seu próprio inseticida (veja alguns abaixo). Mas atenção, qualquer que seja a mistura, você precisará repetir o processo a cada dois dias. Por favor, note: se suas plantas são expostas à luz solar direta, a mistura do inseticida e do sol pode causar queimaduras nas plantas, especialmente se você usar a uma versão com óleo. Obs: Lave bem suas plantas quando for consumi-las!
  • Jato de água – Pulverizar suas plantas com água irá desalojar as criaturas e elas não retornarão à mesma planta. Você pode usar uma mangueira para isso. Este é um método que pode ser usado em plantas que estão ao ar livre, obviamente.
  • Livre-se das colônias – Colônias de pulgões podem ser eliminadas. Se você encontrar pulgões em grupos ou colônias, corte a parte da planta que contém as colônias e mate os insetos. Isso não eliminará todos os insetos, ajudará a diminuir a reprodução adicional.
  • Livre-se das formigas – As formigas manterão os pulgões vivos, porque os afídeos secretam um melado ou seiva açucarada que beneficia a formiga. A relação mutualística entre formigas e pulgões é tão forte que você pode ver formigas transportando pulgões para outras plantas menos povoadas. Se você vir formigas subindo e descendo os brotos de suas plantas, é bom verificar se você não tem pulgões em seu jardim. Não só você precisará se livrar dos pulgões, mas também das formigas.
  • Tenha sapos em seu jardim – Sapos adoram formigas, pulgões, gafanhotos, grilos e moscas.
  • Use somente fertilizantes de liberação lenta – Os piolhos-das-plantas adoram árvores e plantas excessivamente fertilizadas. Portanto, usar um tipo de fertilizante de liberação lenta em sua horta ajudará a manter os pulgões afastados. Além disso, é aconselhável colocar uma cobertura sobre as plantas até que elas sejam grandes o suficiente para resistir aos afídeos e outros insetos.
  • Plante flores – algumas flores atraem insetos que atacam os pulgões, como as joaninhas, vespas parasitas e crisopídeos (bicho-lixeiro, bicho-lixeiro-verde e bicho-da-fortuna). Então plante calêndulas, dálias e zínias, tagetes, gerânios e capuchinhas em seu jardim! Mas certifique-se de plantar estas flores longe das plantas que você quer proteger.
  • Armadilhas amarelas – Coloque um copo amarelo com água e algumas gotas de detergente. Os insetos serão atraídos e, quando entrarem no copo cheio de água e sabão, eles se afogarão.
  • Plantas que afastam os afídeos – você pode plantar em sua horta outras ervas e flores que repelem os piolhos-das-plantas. Entre as plantas que tem esta característica, temos o coentro, o endro, a cebolinha, o alho, a cebola, a arruda, o tomateiro e a samambaia.

Inseticidas caseiros para eliminar pulgões

Existem inúmeras fórmulas para fazer um inseticida caseiro para acabar com os piolhos-de-plantas da sua horta. Vamos ver algumas:

Sabão e água morna

Isso irá destruir o revestimento de cera dos corpos dos pulgões, fazendo com que eles morram de desidratação. Este inseticida caseiro deve ser pulverizado diretamente sobre os insetos

Não esqueça de testar nas plantas primeiro, pois o detergente é prejudicial para algumas plantas, como as ervas, por exemplo.

Basta misturar algumas colheres de chá de detergente neutro com um litro de água morna. Em seguida borrife nas folhas, caules e brotos da planta.

Não se esqueça de que esses insetos gostam de se esconder embaixo das folhas, então borrife bem na parte inferior das folhas.

Repita o processo a cada dois ou três dias pelas próximas semanas, até não notar mais pulgões na planta.

Spray de alho

É uma opção interessante se você não tiver nenhum problema com o cheiro do alho. Algumas pessoas detestam!

O alho libera enxofre, uma toxina para os insetos. Além disso, o alho é antibacteriano e antifúngico para suas plantas.

Para fazer o spray, siga os passos abaixo:

  • Esmague ou pique bem 4 a 5 dentes de alho
  • Coloque-os num recipiente
  • Despeje água fervente, apenas o suficiente para cobrir o alho (ou um pouquinho mais, mas não muito)
  • Deixe descansar por 12 a 24 horas
  • Coe o líquido usando um pano de prato velho
  • Adicione 1 litro de água e misture bem
  • Encha o frasco de spray. Está pronto para o uso.

Algumas pessoas misturam pimenta à mistura, mas o alho já é o suficiente. Há também quem coloque 2 a 3 colheres de chá de óleo mineral à mistura que vai repousar durante à noite.

Spray de cebola, alho e pimenta

Esta é uma variante do spray anterior, com alguns ingredientes a mais. Muito eficiente também!

  • Corte uma cebola pequena em cubos bem pequenos (pique bem)
  • Esmague ou pique bem 4 a 5 dentes de alho
  • Coloque tudo em uma panela
  • Adicione uma colher de chá de pimenta caiena em pó ou uma pimenta vermelha fresca bem moída
  • Coloque 1 litro de água
  • Ferva a mistura. Depois que começar a ferver, deixe em fogo baixo por mais 15 a 20 minutos
  • Reserve a mistura por 12 horas a 24 horas
  • Coe usando um pano de prato velho ou um filtro de café de papel (melhor)
  • Coloque no frasco de spray, está pronto para o uso

Insetos benéficos

Alguns insetos ajudam a eliminar os pulgões. Entre eles está a simpática joaninha. Atraindo joaninhas para sua horta você ajudará a manter os pulgões longe de suas plantas. Esta é outra alternativa natural para se livrar dos afídeos.

Bem, agora que já sabe o que fazer, mãos à obra! Corre deixar sua horta em dia! Mostre que você também tem o dedo verde!

Fontes:

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More