Plantas com folhas amareladas: saiba o que fazer para solucionar o problema

0

Quem possui plantas em casa, provavelmente já teve a experiência de ver algumas folhas ficarem amarelas. Mesmo sendo uma condição comum, essa mudança de tonalidade indica que existe alguma doença ou desequilíbrio com a planta.

O amarelamento das folhas é conhecido como clorose e deriva-se da deficiência de clorofila. Essa escassez ocorre quando a planta não consegue realizar a fotossíntese, o que pode fazer com que ela morra se o problema não for resolvido.

Lembrando que a fotossíntese corresponde ao processo natural pelo qual as plantas conseguem a energia necessária para sua sobrevivência. De forma resumida, elas retiram a água e sais minerais do solo e os distribuem para as folhas.

A absorção é realizada pela clorofila, que possibilita transformar esses ingredientes em glicose. Por esse motivo, quando a planta apresenta baixa quantidade de clorofila, dizemos que ela não está se alimentando.

A carência de pigmentos possui diversos fatores. Nesse texto, iremos mostrar os principais motivos e como solucionar o problema em cada uma das situações. Continue a leitura e confira!

Principais causas das folhas amareladas

Existem diversas causas para as folhas amareladas. Para um diagnóstico certeiro, leve em consideração as características do seu jardim e as necessidades de cada espécie. Se possível, peça o auxílio de um profissional.

01.Água em quantidade errada

O excesso de regas é a causa mais comum do amarelamento. Quando oferecemos mais água do que a planta necessita, suas raízes apodrecem e não conseguem realizar sua função, resultando em folhas amarelas e murchas.

Nesse caso, as folhas costumam soltar-se do cabo e apresentar uma coloração marrom na ponta que está conectada à planta. Solucionar esse problema é muito simples, basta diminuir a quantidade de regas. Outras soluções seriam: jogar areia em volta do vaso para absorção do excesso de água ou replantá-las.

por que as plantas ficam com as folhas amareladas
Cuidado com a rega! Tanto o excesso como a falta podem deixar as folhas amarelas!

A falta de regas também pode levar ao amarelamento, fazendo com que a planta derrube suas próprias folhas com o objetivo de economizar água. Nesses casos, recomendamos aumentar a frequência das regas.

O ideal seria regar até que escorra água pelo buraco de drenagem do vaso. Além disso, é possível apostar em palhinhas protetoras para cobrir o substrato, evitando que a água evapore rápido. No entanto, lembre-se que o excesso também é prejudicial, então foque em encontrar um equilíbrio.

02.Sol

O sol é essencial para o processo de sobrevivência de qualquer planta, mas em excesso pode queimar as folhas e deixá-las amarelas. Cada espécie necessita de uma quantidade específica de luz solar diária, quando esse limite é extrapolado, ela não consegue realizar a fotossíntese corretamente.

Quer saber se o sol pode estar prejudicando o desenvolvimento da sua plantinha? Experimente colocá-la em um local com menos incidência solar e observe se terá melhoras. Para conhecer os diferentes tipos de luminosidade que as plantas podem exigir, clique aqui.

03. Pragas

As pragas também são capazes de alterar a coloração das folhas e deixá-las amareladas. Porém, na maioria dos casos, elas deixam outros indícios, como: bordas comidas ou veios comidos, furinhos e manchas.

planta amarelada
Outro fator que pode trazer alterações na cor das folha é a presença de pragas. Olho nisso!

Sua planta possui alguma dessas características? Então, fique atento! Esse é um grande indicativo que elas estão sofrendo ataque de alguma praga ou fungo, como pulgões, cochonilhas ou doenças bacterianas ou virais.

Caso isso esteja acontecendo, arranque as folhas que estão amarelas e todo resto de vegetal que pode estar doente. Se necessário, troque a terra do vaso ou transfira a planta para outro recipiente.

Se as pragas persistirem, aplique algum tipo de repelente natural ou orgânico em toda a extensão das suas plantas. Além disso, preste atenção na umidade da terra e na incidência solar, pois o excesso de umidade ou a falta de luz aumentam as chances de surgirem fungos.

04. Envelhecimento natural

As plantas são seres vivos, o que significa que irão se deteriorar gradualmente até chegarem ao fim da vida e, durante esse meio tempo, muitas folhas ficam amarelas e caem.

Portanto, se a planta não apresentar nenhum dos problemas citados acima, fique tranquilo, é apenas o seu processo natural de envelhecimento.

Deficiência nutricional nas plantas

A falta de nutrientes também leva ao amarelamento das folhas e atrasa seu desenvolvimento. Esses nutrientes são absorvidos através do solo em forma de minerais.

Ao todo, existem 13 nutrientes que são considerados essenciais para qualquer planta: Nitrogênio, Fósforo, Potássio, Cálcio, Magnésio, Enxofre, Cobre, Ferro, Manganês, Zinco, Boro e Molibdênio.

Os minerais essenciais são agrupados em duas categorias conforme a concentração necessária para as plantas. Os macronutrientes possuem função estrutural, por isso são necessários em maior volume. São eles: Nitrogênio, Fósforo, Potássio, Cálcio, Magnésio e Enxofre. Destes, os principais são o Nitrogênio, o Fósforo e o o Potássio, tratados com a sigla NPK (saiba mais aqui!).

folhas amarelas nas plantas
Atenção à falta de nutrientes para as plantas!

Já os micronutrientes são elementos que as plantas requerem em baixas concentrações, como: Cloro, Ferro, Boro, Manganês, Zinco, Cobre e Molibdênio. Desses 13 elementos apresentados, apenas 06 provocam o amarelamento das folhas.  A seguir, confira como resolver o déficit desses nutrientes nas plantas.

Déficit de Nitrogênio: faz com que as folhas fiquem em tom verde claro e amareladas, principalmente as que estão na parte inferior da planta. Para resolver esse problema, utilize adubo orgânico que contenha borras de café e estrume.

Déficit de Potássio: deixa as margens das folhas amarelas e com aspecto de queimadas. Para curá-las, você pode utilizar adubos que possuam resíduos de vegetais na composição e enterrar cascas de frutas cítricas na terra, como laranja e limão.

Déficit de Cálcio: a falta de cálcio atrapalha na estrutura da planta e causa o amarelecimento disforme das folhas, prejudicando até mesmo as mais novas. Para solucionar o problema, é necessário realizar uma análise do solo e identificar se ele está ácido ou alcalino.

Déficit de Zinco: conseguimos notar a falta de zinco quando as folhas mais jovens estão com seus veios em tons amarelados e com crescimento reduzido. Para corrigir essa deficiência, você deve acrescentar esse elemento no solo ou diretamente nas folhas.

Déficit de Ferro: a deficiência de ferro faz com que as folhas fiquem apenas com as veias verdes e o restante amarelo. Além disso, as bordas costumam enrolar para cima e as folhas mais jovens murcham. Nesse caso, você deve adicionar matéria orgânica, fazendo o pH do solo diminuir.

Déficit de Magnésio: a falta desse nutriente causa listras brancas ao longo das folhas e um amarelado sútil na parte interna. No entanto, as nervuras da folha continuarão verdes. Para solucionar o problema, adicione sulfato de magnésio na terra.

Após a leitura, esperamos que você tenha compreendido que existem diversos fatores que podem deixar as folhas amareladas. Por isso, recomendamos uma análise criteriosa e, se necessário, buscar ajuda profissional. Caso tenha alguma dúvida, estamos aqui.💚

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Available for Amazon Prime