Como plantar margarida

0

A margarida… Quem não se lembra daquela flor com pétalas brancas alongadas e um disco amarelo no meio? Muita gente já brincou de bem-me-quer com essa flor, para saber se seu amor era correspondido.

A margarida é uma flor encontrada em praticamente todos os cantos do mundo, só não existe na Antártica. É uma planta rústica e que exige poucos cuidados. Ou seja, você não terá muito trabalho para cultivá-las!

A mais comum é a que tem pétalas brancas, mas é comum vermos margaridas lilás, laranja, rosa ou roxa. Independente da cor, é uma flor excelente para ter em seu jardim ou em vasos na sua casa.

Conhecendo um pouco mais da flor margarida

Essa flor é da mesma família do girassol, do crisântemo e das dálias. Seu nome científico é Leucanthemum vulgare.

A margarida branca representa a pureza, a inocência e a infância. Ela é a flor do amor. Porém, ao contrário da rosa, que representa a paixão, a margarida representa o amor mais duradouro, na sua forma mais jovem e inocente.

Um dos principais significados da margarida é a inocência.
A margarida representa a infância e a inocência.

A flor do amor, como é conhecida, tem diversos outros nomes pelos quais é conhecida. Alguns deles:

  • margarita
  • margarita-maior
  • olho-de-boi
  • malmequer-maior
  • bem-me-quer

A margarida, ao contrário do que muitos acreditam, não é só uma planta ornamental. Ela também é comestível e medicinal, sendo muito utilizada na forma de infusões das folhas e flores e de cataplasmas.

Seu nome em inglês, Daisy, vem de day’s eyes, olho do dia, em inglês. Porém essa expressão tem duas explicações: a primeira fala que é porque a margarida só se abre durante o dia. A segunda diz que antigamente acreditava-se que essa flor curava doenças oftalmológicas.

Como cultivar margaridas

A primeira coisa que você precisa saber é que as margaridas gostam de sol. Aliás, elas adoram o sol! Portanto, você deve achar um lugar mais ensolarado para elas. Com certeza elas te recompensarão com lindas flores!

Por gostar muito de sol, em regiões com clima subtropical elas ficam dormentes no inverno. Neste período mais frio do ano, que é propenso a geadas, convém protegê-las cobrindo-as. Tendo este cuidado com a planta tudo ficará bem, e ela vai adorar esse gesto de amor!

Se você tem uma estufa preste atenção em um detalhe: o local deve ter ventilação!

Margaridas rosas são tão belas como as brancas.
Margaridas podem ser encontradas em diversas cores, como o rosa, na foto acima.

Caso você queira cultivá-las em vasos, pode usar os pequenos ou floreiras, pois elas têm raízes superficiais.

Como regar e alimentar as margaridas

Regue-as durante todo o período de floração, bem como nos períodos de seca, à medida que despontarem os botões das flores.

Não negligencie a rega, pois se os caules das flores secarem e, por conta disso, caírem, podem não se recuperar totalmente depois.

Quando for regar, molhe principalmente a base da planta, assim você evitará mofo e danos do sol.

Atenção: não exagere na quantidade de água, elas não gostam de ficar com as raízes encharcadas!

Para adubar as margaridas, use preferencialmente um fertilizante orgânico, no fim do verão e no início da primavera. Isso vai promover um crescimento forte e robusto. Não esqueça, você precisa aplicar o adubo regularmente, de preferência ao adubo rico em potássio, como a farinha de ossos, borra de café e casca de banana, por exemplo.

Se preferir comprar fertilizante ou adubo já preparado, dê preferência aos que tem mais fósforo em sua composição, pois este macronutriente ajudará na floração.

Como você viu, cuidar de margaridas não é algo do outro mundo. É relativamente fácil. Não deixe de nos contar como foi a sua experiência, queremos ouvir você!

Informações técnicas

Porte

A margarida chega a ter 20 centímetros de altura.

Ciclo de vida

Perene, ou seja, é uma planta que pode durar anos.

Manutenção

As flores murchas devem ser arrancadas para prolongar sua floração.

Necessidades

A rega deve ser abundante no verão, principalmente nos dias mais quentes. Porém deve-se evitar molhar as folhas e deixar o solo encharcado.

Apesar dela preferir as temperaturas baixas, por volta dos 5 aos 7ºC, elas estão bem adaptadas ao clima temperado. Mas atenção, a margarida não resiste às geadas!

Luminosidade

A margarida gosta de sol e meia sombra. Mas cuidado, algumas horas de sol pleno por dia é ótimo, mas não deixe em local onde tenha incidência solar direta o dia todo. Prefira locais onde ela fique em meia-sombra na maior parte do dia.

Propagação

Pode ser plantada por sementes (no fim do verão até o início do outono), devendo deixar algum espaçamento entre as plantas para evitar que as folhas se sobreponham. Isso ajuda a arejar e evitar que apodreça. Também pode ser plantada por divisão de rizoma.

E, não podia ser diferente, pode plantar através de mudas prontas, que podem ser compradas em qualquer loja especializada. Nesse caso, basta fazer o transplante da muda.

Contudo, observe que normalmente as raízes dela já estão apertadas dentro do pequeno recipiente em que está, sem ter para onde crescer e quase sem nutrientes. Você precisa transferi-la para um vaso maior logo. que possível, caso contrário, ela não vai resistir.

Partes usadas

Da margarida usam-se as folhas e as flores.

Usos

Além de ser usada como planta ornamental, a margarida pode ser usada para outros fins. Veja abaixo alguns destes usos.

Na Culinária

As flores da margarida podem ser usadas cruas em saladas em então para decorar pratos.

Já as folhas jovens podem ser cozidas ou então comidas cruas, podendo ser também adicionadas à saladas.

Margaridas na culinária, um dos usos dessa flor.
Margaridas são usadas também na culinária!

Como planta medicinal

Esta planta pode ser usada para fins medicinais, sendo indicadas para auxiliar no tratamento de vários problemas.

O chá pode ser feito usando-se 50 gramas de flores e folhas para cada litro de água fervida. Neste caso serve para problemas como queimaduras, eczemas, dores articulares, reumatismo, gota, infecções das vias respiratórias ou digestivas, inflamações da pele e tosse.

Já o chá um pouco menos concentrado (15 gramas de folhas e flores em 500 ml de água fervendo) pode ser usado como diurético, expectorante, anti-inflamatório ou fortificante.

Pode também ser usada para fazer compressas com flores e folhas esmagadas.

Outros usos

O chá de margarida também pode ser usado como repelente de insetos.

Gostou do artigo? Não deixe de comentar no fim da página. E também compartilhe!

Fontes:

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Available for Amazon Prime