Aprenda a fazer um terrário para as suas suculentas

Algo que tem sido muito falado é como fazer um terrário para a sua suculenta. Afinal, os terrários ficam muito mais bonitos que apenas vasos com as suculentas, não é mesmo?

Mas de onde vem esse termo, terrário? O que significa? E como deve ser feito para que as suculentas realmente fiquem mais atraentes do que já são?

Vamos explicar tudo isso neste artigo, que foi escrito pensando em você que adora as suculentas! Aliás, não deixe de nos perguntar sobre qualquer dúvida que tenha. Estamos aqui para lhe ajudar!

O que é um terrário

Ao contrário do que muita gente pensa, um terrário não é apenas um vaso mais bonito e enfeitado onde você vai colocar suas suculentas.

Um terrário é um micro ecossistema criado em um recipiente para reproduzir as condições ambientais que alguns seres vivos terrestres (ou parcialmente terrestres) necessitam para viver.

O tamanho de um terrário pode variar bastante, de acordo com a necessidade do ser vivo que você pretende criar nele.

Resumindo, pode ser um ambiente para criar cobras, insetos, cobaias e muito mais. Mas aqui vamos tratar de terrários para criar plantas, mais especificamente as suculentas.

É muito caro fazer um terrário?

O valor que você vai gastar em um terrário depende de alguns fatores, como o recipiente utilizado, por exemplo. Outro fator que pode influenciar é o tamanho, obviamente.

Além disso, quanto mais elaborado, mais material vai precisar.

Mas, não considerando o recipiente, que certamente varia muito de preço (desde os mais baratos e simples até os mais caros e requintados), o material necessário não é muito caro.

Parte do material você pode conseguir de graça, inclusive. Basta usar a criatividade! Veremos no próximo tópico o material básico que você vai precisar.

Material necessário para fazer um terrário para suculentas

O material básico para a construção de um terrário não é nada difícil de conseguir. Alguns itens você consegue até de graça, outros talvez precise comprar, mas são baratos.

O importante é saber para que serve cada material. Assim você poderá usar a criatividade sem afetar a qualidade do ambiente para a sua suculenta.

Terra

Obviamente este item é fundamental. Prefira comprar um saco de terra já preparada para plantar. Mas nada impede você de pegar a terra do quintal ou pedir um pouco para alguém.

O importante é que a terra esteja bem solta, sem torrões. Um solo muito rico não é necessário para as suculentas. Afinal, grande parte delas tem origem em regiões desérticas.

Também é fácil encontrar terra já preparada para suculentas, caso queira ter menos trabalho. Mas logo você verá que a preparação é relativamente simples.

Areia

Sim, você precisará de um pouco de areia. As suculentas precisam de um solo bem drenado. Solos encharcados fazem com que elas morram rápido.

Você pode usar qualquer tipo de areia, inclusive de construção. Única exceção é a areia da praia, esta não pode ser usada, pois contém sal.

Caso vá usar areia de construção, não esqueça de lavá-la antes de usar. Isso é muito importante para retirar impurezas.

Importante: se você comprou substrato já preparado para suculentas, não vai precisar da areia.

Recipiente de vidro

Claro, você vai precisar de um recipiente. Mas… por que de vidro?

O vidro permite que a suculenta receba luz solar. Além disso, um dos objetivos do terrário é a observação. Assim, você poderá observá-la, ver o ambiente todo, incluindo o solo.

Você também pode usar outros materiais transparentes, como o acrílico por exemplo. Tudo vai depender do resultado estético que você quer e da disponibilidade dos materiais.

E, outro ponto importante: esteticamente o vidro geralmente fica muito mais bonito!

Pedras para drenagem

Para a drenagem você pode usar brita, argila expandida ou algum outro tipo de pedra (como seixo branco, por exemplo) que tenha tamanho parecido com o da argila expandida.

Essas pedras ficarão no fundo do terrário (ou do vaso), para onde a água em excesso vai escorrer. Servem para evitar que as plantas fiquem encharcadas e acabem morrendo.

É muito mais comum ter plantas morrendo por excesso de água que pela falta, sabia?

Granilha

A granilha é uma pedra moída, bem pequena. Você pode encontrar nas mais diversas cores. As brancas são as mais usadas, mas você pode variar ou mesmo misturar, dependendo do efeito que quer dar.

Você pode colocar um pouco de granilha na terra para ajudar na drenagem, mas falaremos disso mais para a frente, no passo a passo de como fazer um terrário.

Você pode usá-la no fundo do vaso também, como enfeite. Aí é a sua criatividade que vai mandar!

Manta bidim

Também conhecida como manta de drenagem. Ela funciona como um filtro, isolando a terra das pedras de drenagem, mas permitindo a passagem da água.

Esse é um material muito barato que não vale a pena ficar sem.

Enfeiteis

Este material é opcional. Mas é importante lembrar que você pode colocar enfeites de resina, seixo de rio ou o que mais sua criatividade quiser.

Encontrei vários enfeites, um mais lindo que o outro no Aliexpress (clique no link para ver) . Incrivelmente está chegando bem rápido, menos de um mês (obs: prefira a entrega do tipo AliExpress Standard Shipping).

As suculentas

Ok, ok… parece um tanto óbvio. Mas sim, preciso falar! Você vai precisar das suas plantas, das suculentas para colocar no terrário!

Cuidado para não escolher plantas que estejam sofrendo estiolamento. Não há problemas com elas, mas precisa ter o cuidado de separar apenas uma parte delas para usar no terrário. Explicaremos mais sobre o estiolamento em outro artigo.

Preparando o substrato para o terrário

Se você não comprou o substrato preparado para suculentas, você vai precisar prepará-lo. É muito fácil! Para isso vai precisar da terra adubada, areia e, opcionalmente, algumas pedrinhas.

Primeiramente certifique-se que a terra está bem solta e que não possui torrões. Isso é muito importante, principalmente se tratando de suculentas!

Misture a mesma quantidade de terra adubada e de areia. Lembrando que a areia não pode ser da praia e que deve ser lavada, se for de construção.

Preste atenção em um detalhe: estamos falando em volume, não em peso! Então use um recipiente como medidor. É comum ver pessoas colocando, por exemplo, 1kg de areia e 1kg de terra, o que dá um volume bem diferente. Não faça isso!

Você pode adicionar um pouco de granilha, pequenos pedaços de telha quebrada ou umas pedrinhas para facilitar a drenagem do solo. Mas não exagere na quantidade!

Montando um terrário para a sua suculenta – passo a passo

Agora que já tem o material todo separado, vamos ao que interessa: montar um terrário para as suas suculentas. Este passo a passo ensina como criar um terrário simples.

A partir da hora que você aprender os conceitos básicos, poderá criar outros terrários mais elaborados. Bastará usar a sua criatividade!

Vamos colocar a mão na massa? Ou melhor, na terra? No nosso passo a passo usamos um recipiente pequeno, apenas para exemplo. O ideal é que sobre mais espaço vazio na parte de cima do terrário.

1º passo – Limpar o recipiente

Sim, independente do recipiente que você usar, precisa higienizá-lo muito bem. Se usar vidro, limpe-o com álcool.

2º passo – Preparar a camada de drenagem

Coloque as pedras de drenagem (ou argila expandida) no fundo do recipiente. Essa camada precisa ter no mínimo 2 dedos de espessura.

Aprenda a fazer um terrário para as suas suculentas 1
Aqui foi usada a argila expandida
Aprenda a fazer um terrário para as suas suculentas 2
Para complementar coloquei granilha cinza no fundo, depois da argila expandida. Não é necessário, foi uma opção apenas para efeitos estéticos.

Não há segredo, basta “jogar” as pedras e balançar um pouco o recipiente para elas se acomodarem melhor.

3º passo – colocar a manta bidim

A manta bidim, como foi explicado, vai evitar que a terra escorra para a parte de baixo, onde tem as camada de drenagem. Também evita que as raízes desçam até lá.

Aprenda a fazer um terrário para as suas suculentas 3
Ao colocar a manta, tomei o cuidado de deixá-la um pouco menor que o recipiente para que não apareça do lado de fora do terrário.

Corte a manta no tamanho do vaso. Tenha o cuidado de não haver sobras que fiquem aparecendo. Afinal, provavelmente você estará usando vidro e aparecer a manta não seria muito bonito, não é mesmo?

4º passo – o substrato (a terra preparada)

Coloque a camada de terra, com no mínimo dois dedos de espessura também. Claro que você deve fazer as camadas de forma a ficarem esteticamente belas, já que serão visíveis.

Aprenda a fazer um terrário para as suas suculentas 4
Depois da manta bidim, coloca-se o substrato (a terra preparada).

Não fica muito bonito uma camada de drenagem muito estreita e a de terra muito larga, ou o contrário. Tente harmonizar de forma a deixar espaço para a raiz da planta se desenvolver.

5º passo – as suculentas

Agora você vai acomodar a(s) suculenta(s) no lugar dela. Faça um pequeno buraco no substrato, o suficiente para encaixá-la(s) e cubra com terra, deixando somente as folhas para fora.

Aprenda a fazer um terrário para as suas suculentas 5
Coloque as suculentas com cuidado, lembrando que não deve apertar a terra depois de plantá-las.

Não aperte a terra, afinal, precisa deixá-la fofa para drenar bem a água.

6º passo – a granilha

Agora chegou a hora de colocar a granilha para dar o acabamento. Use uma pá de jardinagem ou uma colher para ir ajeitando aos poucos a granilha por cima da terra.

Aprenda a fazer um terrário para as suas suculentas 6
Coloque a granilha em cima (opcional) para deixar seu terrário mais bonito. Também pode usar musgo ou outros tipos de acabamento.
Aprenda a fazer um terrário para as suas suculentas 7
A camada de granilha em cima pode ter a espessura que você quiser.

7º passo – outros enfeites

Agora é só colocar os enfeites no seu terrário. Pode usar enfeites de resina, como bichinhos, casinhas ou cogumelos. Use a criatividade para deixar o seu terrário bonito e divertido.

Aprenda a fazer um terrário para as suas suculentas 8
Neste terrário foi colocada uma arara de madeira como enfeite. Use a criatividade, coloque pontes, duendes, cogumelos, o que puder imaginar!

Enfeites que imitam pedras com musgo também combinam bem com as suculentas. Neste link você vai encontrar vários enfeites interessantes a um bom preço.

8º passo – a rega

Agora que está tudo no lugar, precisa regar sua suculenta. Na hora de regar, não molhe as folhas, regue por baixo.

Use uma pequena quantidade de água, o suficiente para molhar a terra somente. Não encharque, pois as suculentas não gostam de excesso de água. Apesar de ter feito uma camada de drenagem, não abuse.

Dicas e Cuidados

Aqui no blog temos um artigo explicando sobre como cuidar de suculentas. Leia-o com atenção para saber o que fazer com elas para ficarem sempre lindas.

Se tiver um recipiente com furo embaixo é sempre melhor, mas para terrários não costumam ter esse furo. Portanto, de novo: muito cuidado com o excesso de água!

Verifique o preço dos pacotes com vários pesos, quando for comprar terra, areia, granilha e outros materiais que vendem por peso. É comum o pacote grande ser bem mais vantajoso que o menor. Principalmente se você quiser fazer terrários e vasos para vender ou dar de presente, o custo será bem menor.

Deixe seu comentário no fim da página. Seu retorno é muito importante para nós! E não deixe de compartilhar este artigo nas redes sociais!

Leave a Reply